SISVAN Bolsa Família

Confira todas as informações importantes sobre o SISVAN Bolsa Família e saiba como obter o benefício

A abrangência do Bolsa Família vai além do benefício financeiro: ele é uma ferramenta para que vários aspectos das famílias sejam acompanhados, inclusive a saúde alimentar. É por isso que esse programa social é tão estritamente relacionado ao Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN).

O objetivo dessa vigilância é assegurar que todos os jovens, as mulheres grávidas e as lactantes estejam desfrutando de uma alimentação adequada, evitando uma desnutrição ou problemas causados por falta de algum nutriente.


O que é SISVAN

O Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional analisa a alimentação dos brasileiros, em geral. A função dele é mostrar para o governo se a população está saudável e até que ponto isso é proporcionado pela alimentação que ela está tendo.

Também é função do SISVAN ilustrar para o Ministério da Saúde se a população está crescendo fisicamente da maneira adequada, ou seja, se as crianças apresentam o peso e a medida adequada para a sua faixa etária.

SISVAN Bolsa Família


Como funciona o Bolsa Família

Como dito, o Bolsa Família tem uma abrangência grande quando se trata de avaliar o bem-estar dos assistidos. Sendo assim, o benefício social também precisa do SISVAN para ter certeza de que a saúde dos jovens, das grávidas e das lactantes está sendo cuidada.

A necessidade desse acompanhamento é porque a saúde desse público é justamente uma das condições para que o Bolsa Família continue sendo depositado.

Se é comprovado que os responsáveis não estão providenciando condições para a saúde e desenvolvimento, o benefício é retirado.


Atuação do SISVAN para o Bolsa Família

Para saber como está a saúde dos beneficiados pelo Bolsa Família, estes são convocados periodicamente para ter o seu desenvolvimento analisado. Isso significa que os médicos observarão como estão as medidas e o peso de cada um, assim como as condições das grávidas e das lactantes.

Geralmente, o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional realiza essas convocações duas vezes a cada ano e a família que não comparece poderá perder o Bolsa Família. No caso de não ser possível atender ao SISVAN por motivo de doença, é necessário mostrar atestado ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou à Prefeitura.


SISVAN para nutrição

As informações que o SISVAN reúne sobre nutrição são fundamentais para que o Ministério da Saúde compreenda como o desenvolvimento do brasileiro tem estado.

É com esse tipo de análise que o governo pode pensar em como atender melhor ao que os cidadãos precisam, além de estabelecer estratégias para que aqueles que estão subnutridos possam ter sua condição recuperada.

Além disso, esse serviço tem importantes relatórios que também ajudam os profissionais da Assistência Social, pesquisadores e outros.

Muitos documentos que a população deixa nos postos de saúde são mandados para esse estudo, como Ficha de Visita Domiciliar Territorial, Ficha de Atendimento Individual, Marcadores de Consumo Alimentar, Ficha de Atividade Coletiva e Informações de Cadastro.


Resumo das atuações do SISVAN

Define-se o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional como uma iniciativa do Ministério da Saúde que serve para acompanhar a saúde de todos os brasileiros.

Por intermédio das informações que as famílias deixam nos postos de saúde e outros locais de atendimento, o SISVAN faz a avaliação do crescimento físico e das possíveis desnutrições que elas possam apresentar.

Quando se fala do Bolsa Família, essa iniciativa foca-se em analisar se a saúde dos assistidos está sendo preservada.

Duas vezes a cada ano, os que recebem esse benefício social são chamados para fazer uma avaliação médica, em especial as crianças, as lactantes e as grávidas.

No caso de se provar que essas pessoas não estão crescendo devidamente ou que estão abaixo do peso, é dado um planejamento para que essa condição seja corrigida e, se a situação permanecer e não houver uma razão clínica, é possível que haja a perda do benefício social.

SISVAN Bolsa Família


Diretrizes do SISVAN

As diretrizes do SISVAN são as suas regras para que os dados sejam recolhidos e avaliados. Por exemplo: uma das avaliações que o Ministério da Saúde tem de fazer a partir dos dados nutricionais é a antropométrica, que englobará gestantes, adultos, crianças, idosos e adolescentes.

Também é definido o que os funcionários do SISVAN precisam portar para fazer a avaliação, sendo essas coisas: formulários de marcadores alimentares, planilha de Tanner para avaliar o crescimento dos adolescentes, tabela de crescimento infantil, calculadora para Índice de Massa Corporal (IMC), tabela para acompanhar a nutrição da grávida de acordo com o seu mês, mapa de acompanhamento e declaração de nascido vivo.

Também é obrigatório que o servidor que atua com o SISVAN tenha alguns equipamentos para conseguir avaliar as medidas e o peso dos cidadãos.

Eles incluem antropômetro horizontal e vertical, balança de plataforma e balança pediátrica e fita métrica. Ressalta-se que o antropômetro horizontal é ideal para os profissionais avaliarem as crianças com menos de 24 meses.

As informações foram úteis para você? Deixe a sua opinião!

Deixe um comentário