Categoria: Programas Sociais

Como participar Bolsa Família SBT

Veja o que você precisa fazer para se inscrever no Bolsa Família SBT

Além do Bolsa Família que o Governo Federal criou em 2003, os brasileiros também podem participar do Bolsa Família do SBT.

Não se trata de um programa social, mas sim de uma atração do Programa Silvio Santos na qual os participantes podem ganhar diversos prêmios e quantias de até R$ 50.000,00.

Esse tipo de quadro não é exatamente inédito, haja visto que os programas do dono do SBT sempre apresentam chances de os participantes ganharem dinheiro.

A primeira exibição foi no mês de agosto de 2016, ou seja, é um dos quadros mais recentes, mas já houve muitas famílias no palco disputando.


Como funciona o Bolsa Família do SBT

Os inscritos para o Bolsa Família do SBT podem ser de qualquer lugar do país, já que a emissora paga a passagem aérea e o hotel.

Quando alguma família é selecionada, a equipe de produtores a contata para perguntar se ela gostaria de fazer a gravação.

Chegando a São Paulo, essas pessoas são levadas até a sua hospedagem e, no dia necessário, para os estúdios do SBT.

Além dos valores em dinheiro, o Bolsa Família dessa emissora tem prêmios como panela elétrica, helicóptero de brinquedo, liquidificador, smartphone, notebook, máquina de costura, TV, barbeador elétrico, câmera fotográfica, batedeira, rádio, cafeteira, bicicleta, relógios, tablet e iPod.

Os participantes são sempre os pais, um dos filhos e um dos avós.… Clique aqui para ler todas as informações

O que fazer quando o Bolsa Família é cancelado?

Saiba o que fazer quando o Bolsa Família é cancelado.

O Bolsa Família é um benefício social dado a milhões de cidadãos brasileiros que não têm renda suficiente para seu sustento.

Administrado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, esse programa funciona no país desde 2003 e há rotatividade de núcleos familiares assistidos: da mesma forma que eles podem ser incluídos no Bolsa Família, eles podem sair dessa assistência quando estiverem com uma situação melhor.

Dois órgãos públicos são fundamentais para que os beneficiados recebam seus pagamentos e até para que eles se cadastrem.

No primeiro caso, é a Caixa Econômica Federal e todo seu sistema associado, como as casas lotéricas.

No segundo caso, é o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), que é encarregado de fazer a inscrição dessas famílias no benefício.

Há diferenças nos valores pagos: determinadas famílias recebem o benefício padrão, que é de R$ 89,00; para as casas em que há jovens, mulheres amamentando, mulheres gestantes ou crianças, pode-se ter o pagamento do benefício variável, que significa uma cifra adicional.


Reversão do Bolsa Família cancelado

As famílias beneficiadas precisam ter conhecimento de que o Bolsa Família não é vitalício: se a renda per capita se tornar maior que R$ 85,00 ou se algumas exigências não são respeitadas, ele é cancelado.

Um exemplo: o Ministério do Desenvolvimento Social deve saber corretamente quantas pessoas moram na casa, já que esse dado é primordial para o cálculo da renda per capita.… Clique aqui para ler todas as informações

SISVAN Bolsa Família

Confira todas as informações importantes sobre o SISVAN Bolsa Família e saiba como obter o benefício

A abrangência do Bolsa Família vai além do benefício financeiro: ele é uma ferramenta para que vários aspectos das famílias sejam acompanhados, inclusive a saúde alimentar. É por isso que esse programa social é tão estritamente relacionado ao Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN).

O objetivo dessa vigilância é assegurar que todos os jovens, as mulheres grávidas e as lactantes estejam desfrutando de uma alimentação adequada, evitando uma desnutrição ou problemas causados por falta de algum nutriente.


O que é SISVAN

O Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional analisa a alimentação dos brasileiros, em geral. A função dele é mostrar para o governo se a população está saudável e até que ponto isso é proporcionado pela alimentação que ela está tendo.

Também é função do SISVAN ilustrar para o Ministério da Saúde se a população está crescendo fisicamente da maneira adequada, ou seja, se as crianças apresentam o peso e a medida adequada para a sua faixa etária.

SISVAN Bolsa Família


Como funciona o Bolsa Família

Como dito, o Bolsa Família tem uma abrangência grande quando se trata de avaliar o bem-estar dos assistidos. Sendo assim, o benefício social também precisa do SISVAN para ter certeza de que a saúde dos jovens, das grávidas e das lactantes está sendo cuidada.

A necessidade desse acompanhamento é porque a saúde desse público é justamente uma das condições para que o Bolsa Família continue sendo depositado.… Clique aqui para ler todas as informações

Quem tem direito ao Auxílio-Creche

Neste texto nós explicamos quem tem direito ao auxílio creche e como dar entrada no benefício; veja também como funciona o auxílio creche para homens, além das regras de pagamento

O que é o auxílio-creche?

Apesar de o auxílio maternidade ser o benefício trabalhista mais associado às mães, ele não é o único que consta na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT): também existe o auxílio-creche. Ele serve para que as crianças possam ficar em creches particulares e, dessa maneira, as suas mães retornem ao trabalho.

É válido esclarecer que não se trata de um programa social: esse é um dos direitos trabalhistas, da mesma maneira que o décimo terceiro, por exemplo.

Sendo assim, por que há tantas mães que não o recebem? Uma das explicações é a dificuldade de compreender a regulamentação do auxílio-creche, apesar de também haver poucas funcionárias que realmente sabem da existência desse auxílio.

Quem tem direito ao Auxílio-Creche


Como funciona o auxílio-creche

Para que a funcionária possa solicitar esse benefício, é necessário que a empresa tenha, ao menos, 30 pessoas contratadas. Por isso, os pequenos empreendedores não têm obrigação de fornecer auxílio-creche, ainda que a funcionária seja registrada.

É preciso também que essa mãe em questão seja registrada no regime CLT: se houver qualquer outro tipo de regime profissional, como prestação de serviços, não há direito. Geralmente, as companhias colocam o auxílio-creche listado dentre os benefícios ou o Recursos Humanos avisa aos novos colaboradores que é possível pedi-lo.… Clique aqui para ler todas as informações

Quem tem direito a receber o Aluguel Social

Neste artigo nós explicamos quem tem direito ao Aluguel Social; veja também como dar entrada no benefício e quais são os documentos necessários para fazer o pedido

Diversas pessoas pelo Brasil acabam sem a sua moradia por causa de alguma situação emergencial: pode ser uma enchente, a ocorrência de incêndios ou então desabamentos, dentre outros. Normalmente, essas famílias não podem arcar com um local para ficar e é por isso que o Aluguel Social é concedido.

Essa é uma ajuda para que as vítimas desse tipo de situação tenham moradia provisória. Trata-se de uma quantia em dinheiro para que se possa pagar aluguel, com o destaque de o Governo Federal faz esses depósitos por tempo limitado: muitas vezes, é por seis meses.

O valor do Aluguel Social pode ser variável: existem vítimas paulistas que já receberam R$ 1.800,00, enquanto outros cidadãos dizem ter recebido apenas R$ 500,00. Enquanto os cidadãos estão recebendo essa quantia, o ideal é que eles procurem por algum programa habitacional definitivo, no caso de o seu imóvel não poder ser recuperado.

Destaca-se que algumas pessoas podem ter uma quantia adicional, dependendo de que tipo de acidente ocorreu com o imóvel. Um exemplo são os habitantes da várzea do Rio Tietê: por causa da enchente ocorrida em 2010, eles receberam R$ 200,00 para a realização da mudança.


Quem tem direito a pedir o Aluguel Social?

Apesar de os acidentes com moradias serem muito traumáticos e gerarem bastante gasto, não são todas as vítimas disso que podem solicitar ao Governo o Aluguel Social.… Clique aqui para ler todas as informações

Quem tem direito a receber o LOAS INSS

Neste texto nós explicamos quem tem direito a receber o LOAS INSS; veja como funciona a lei e o que você precisa fazer para dar entrada no benefício

O Benefício de Prestação Continuada-BPC LOAS é um ajuda dada pelo governo no valor de um salário mínimo. Ele é concedido a pessoas com deficiência ou idosos com mais de 65 anos que não tem condições financeiras de sustento próprio.

O BPC LOAS é pago pelo INSS até mesmo para pessoas que nunca contribuíram para a Previdência. Suas regras estão na LOAS, Lei Orgânica da Assistência Social.


Como funciona a lei do LOAS INSS?

Quem tem direito a receber o LOAS INSS

A principal finalidade da LOAS é ajudar pessoas em situação de pobreza. O interessado tem que comprovar no INSS que precisa receber o benefício mensal.

Depois que o pagamento é liberado, é obrigatório atualizar o cadastro do beneficiário a cada dois anos. Assim, o governo descobre como está a situação financeira de quem já recebe o BPC e se deve continuar dando o benefício.


Quem tem direito a receber o LOAS?

Podem receber o BPC LOAS:

  • Idosos com mais de 65 anos;
  • Pessoas com deficiência de qualquer idade. A limitação pode ser física, mental, intelectual ou sensorial, incapacitando a pessoa a participar plenamente da sociedade. Também estão inclusos os bebês com microcefalia. É o INSS que determina se o solicitante é deficiente ou não.

Além disso, a pessoa precisa comprovar sua renda e que não tem condições de garantir o próprio sustento.… Clique aqui para ler todas as informações

FIES Inscrição

Neste texto você pode conferir todas as informações sobre a inscrição FIES; veja também quem tem direito a participar do programa e como emitir o boleto FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Governo Federal que beneficia estudantes em todo o Brasil, facilitando o pagamento da graduação em instituições privadas.

O objetivo do programa é ajudar jovens e adultos a conquistar o sonhado diploma no ensino superior.

No primeiro semestre de 2018, o governo fez mudanças no FIES, chamando-o de Novo FIES. O novo modelo já está em prática, então é bom ficar atento.

Confira aqui todas as informações sobre o financiamento estudantil e suas vantagens.

FIES Inscrição


Como funciona o FIES

No FIES, o governo ajuda os estudantes no pagamento das mensalidades em instituições privadas de ensino superior.

O aluno paga taxas menores durante o curso, mas precisa quitar o resto da dívida depois que se formar.

Sendo assim, o valor do curso não será reduzido. Ele será financiado, pago em mais tempo e com juros baixos.

Cada tipo de financiamento é separado por modalidades.


Modalidades de Financiamento do FIES

O financiamento para cada pessoa muda de acordo com a renda familiar. Quanto menor a renda do candidato, melhores os benefícios.

O FIES tem três modalidades de financiamento. Confira qual é a ideal para você:

  • Modalidade I: Apenas estudantes com renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa podem participar dessa modalidade. As parcelas são calculadas considerando o limite de renda do aluno.
Clique aqui para ler todas as informações

Inscrições Minha Casa Minha Vida

Confira neste artigo as orientações para fazer inscrições Minha Casa Minha vida; veja também como se cadastrar no programa e acompanhe o passo a passo para fazer uma simulação


O programa Minha Casa Minha Vida é uma iniciativa do Governo Federal que vem ajudando pessoas a comprar sua casa própria com ótimos descontos e pagando parcelas menores.

Para ser incluído, você precisa cumprir todas as regras e condições exigidas neste programa social.

Acompanhe a seguir se você pode comprar sua casa própria aproveitando todas as vantagens do Minha Casa Minha Vida!


Regras para o Minha Casa Minha Vida

Inscrições Minha Casa Minha Vida

Por se tratar de um programa social, existem alguns requisitos a cumprir para receber os benefícios. Listamos aqui o que você precisa para ser selecionado:

  • É necessário ter documento oficial de identificação e comprovante de renda, mesmo que informal.
  • Você não pode ter nenhum imóvel na cidade onde mora ou trabalha.
  • Sua renda não pode ser maior que 7 mil reais por mês.
  • O imóvel deve ser usado exclusivamente para você morar.

Como funciona o Minha Casa Minha Vida

Bem, o Minha Casa Minha Vida não é um programa simples. Ele considera as características e informações de cada pessoa e em cada cidade antes de calcular os benefícios.

Só depois de verificar cada caso é que dá para saber quanto será a entrada (se houver), o valor das parcelas e o subsídio do seu apartamento novo.

Subsídio é uma quantia em dinheiro que o governo paga para construtora pelos apartamentos do Minha Casa Minha Vida.… Clique aqui para ler todas as informações

Consultar Cadastro Único

A palavra CadÚnico significa Cadastro Único; veja neste texto o que é necessário para se cadastrar e como consultar Cadastro Único


O que é o CadÚnico

O Cadastro Único, ou CadÚnico, é o registro do Governo Federal sobre todas as famílias de baixa renda no Brasil. É o CadÚnico que libera o cidadão para participar de quase todos os programas sociais atualmente.

Consultar Cadastro Único

Fazer o cadastro é o começo para quem deseja dar entrada em benefícios como o bolsa-família, aposentadoria de baixa renda (BPC) e a conta de luz social.

Acompanhe aqui tudo o que você precisa fazer para se cadastrar no CadÚnico!


Como saber se minha família é de baixa renda?

Esse é primeiro passo para descobrir se você está habilitado para o CadÚnico. Para ser cadastrado, é necessário atender apenas uma dessas condições:

  1. A renda total da sua família não pode passar de três salários mínimos; ou
  2. A renda mensal por morador na sua casa não pode passar de meio salário mínimo.

Verificar a primeira condição é rápido: basta somar todo o dinheiro que entra na casa e ver se é igual a 3 salários mínimos ou menor.

Já na segunda condição, é preciso fazer uma conta bem simples! Some o valor recebido por todos os integrantes da família que tem alguma fonte de renda. Depois divida pelo número total de moradores.

O resultado é a renda mensal por morador, ou renda per capita.

Lembramos que o cadastro da sua família pode ser aceito no CadÚnico em qualquer um desses dois casos.… Clique aqui para ler todas as informações

Bolsa Família Consulta

O Bolsa Família consulta é um programa do governo federal criado para auxiliar lares em situação de pobreza ou extrema pobreza nas despesas com saúde e educação.

Quase 14 milhões de famílias recebem mensalmente esse benefício em dinheiro, mas o valor não é igual para todos. Além disso, o Bolsa Família ainda tem exigências bem específicas para ser liberado.

Depois da mudança recente nos valores e requisitos, acompanhe aqui as informações mais importante para estar atualizado sobre o programa.


Objetivos do Bolsa Família

O valor mensal deverá ajudar a combater a fome e a pobreza, além de facilitar o acesso das famílias a saúde e educação. A cada mês, o governo destina uma quantia em dinheiro para lares selecionados.


Bolsa Família: quem tem direito a receber?

Para responder essa pergunta, é só fazer uma conta simples e rápida:

  1. Some todos os valores que servem como renda para a família;
  2. Divida o valor encontrado pelo número de pessoas na casa.

Se o resultado desta conta for menor que 178 reais, a família estará dentro do Bolsa Família. Esse número é a renda familiar por morador, também chamada de renda per capita.


É preciso ter filhos menores ou mulher grávida em casa para receber o Bolsa Família?

Não, mas apenas as famílias com renda menor que R$89,00 por pessoa podem receber o benefício nesses casos. Elas se encaixam na situação de extrema pobreza.

Para pessoas com renda entre R$89,00 e R$178,00 por membro, é necessário que exista no lar pelo menos um dos casos abaixo:

  • gestante;
  • nutriz (com filho de até 6 meses de vida);
  • criança de zero a 15 anos;
  • ou adolescente até 17 anos.
Clique aqui para ler todas as informações