Inscrições Minha Casa Minha Vida

Confira neste artigo as orientações para fazer inscrições Minha Casa Minha vida; veja também como se cadastrar no programa e acompanhe o passo a passo para fazer uma simulação


O programa Minha Casa Minha Vida é uma iniciativa do Governo Federal que vem ajudando pessoas a comprar sua casa própria com ótimos descontos e pagando parcelas menores.

Para ser incluído, você precisa cumprir todas as regras e condições exigidas neste programa social.

Acompanhe a seguir se você pode comprar sua casa própria aproveitando todas as vantagens do Minha Casa Minha Vida!


Regras para o Minha Casa Minha Vida

Inscrições Minha Casa Minha Vida

Por se tratar de um programa social, existem alguns requisitos a cumprir para receber os benefícios. Listamos aqui o que você precisa para ser selecionado:

  • É necessário ter documento oficial de identificação e comprovante de renda, mesmo que informal.
  • Você não pode ter nenhum imóvel na cidade onde mora ou trabalha.
  • Sua renda não pode ser maior que 7 mil reais por mês.
  • O imóvel deve ser usado exclusivamente para você morar.

Como funciona o Minha Casa Minha Vida

Bem, o Minha Casa Minha Vida não é um programa simples. Ele considera as características e informações de cada pessoa e em cada cidade antes de calcular os benefícios.

Só depois de verificar cada caso é que dá para saber quanto será a entrada (se houver), o valor das parcelas e o subsídio do seu apartamento novo.

Subsídio é uma quantia em dinheiro que o governo paga para construtora pelos apartamentos do Minha Casa Minha Vida. Quanto maior o subsídio, mais barato fica seu futuro imóvel!

Os valores de desconto, parcelas e entrada dependem de informações pessoais, como:

  • sua idade;
  • se você tem algum dinheiro pra dar de entrada;
  • se mais alguém vai pagar o apartamento com você;
  • se há um saldo FGTS para ser usado na compra, entre vários outros.

No geral, a lógica do programa Minha Casa Minha Vida é a seguinte:

  1. Quanto menor sua renda, maior desconto você consegue no apartamento;
  2. Quanto maior sua renda, menor o valor da entrada e mais altas são as parcelas;
  3. Quanto mais velho for o interessado, maior o valor da entrada e menores são as parcelas.
  4. O valor da parcela não pode passar de 30% da sua renda.

É impossível dizer quanto será a parcela sem conhecer as informações de quem está interessado em comprar. Para isso, existe a simulação online. Essa nós explicaremos daqui a pouco.


Fazer cadastro Minha Casa Minha Vida de acordo com a renda

Inscrições Minha Casa Minha Vida

A sua renda é fator decisivo para selecionar qual imóvel pode ser financiado e como será feito o pagamento.

As regras mudaram e agora o programa separa seus beneficiários nas faixas 1, 1.5, 2 e 3. Confira as exigências de cada uma delas.

Faixa 1 – Famílias com renda de até R$ 1.800,00 por mês

Para famílias com renda menor que 1800 reais por mês, é possível comprar um imóvel que custa até 98 mil reais, em média. As parcelas são mais suaves: de R$ 80,00 a R$ 270,00.

O governo pode dar um subsídio (desconto) de até R$80 mil em um apartamento que custa R$90 mil. E você ainda terá 10 anos para pagar os R$10 mil que restaram, com juros baixíssimos ou com juros zero.

Com todas essas vantagens, a procura por imóveis na faixa 1 é enorme. O governo decidiu resolver esse problema fazendo sorteios organizados pelas prefeituras. Se seu nome foi escolhido, você está incluso na faixa 1.

Caso essa seja sua faixa de renda, procure saber como participar dos sorteios na prefeitura da sua cidade. Cada prefeitura tem um método diferente para cadastrar os interessados.

Faixa 1,5 – Famílias com renda de até R$ 2.600,00

Para pessoas com renda menor que 2600 reais, o Programa Minha Casa Minha Vida ajuda a comprar um imóvel de até 135 mil reais. A subsídio do governo (desconto) pode ser de até 47,5 mil reais!

A taxa de juros é de apenas 5% e as parcelas podem ser divididas em até 30 anos.

Faixa 2: Famílias com renda de até R$ 4.000,00

As famílias com renda bruta de até R$4.000,00 se encaixam na faixa 2 do Minha Casa Minha Vida. O desconto no imóvel novo pode ser de até 29 mil reais. Os apartamentos escolhidos devem custar até 230 mil, em média.

Faixa 3: Famílias com renda de até R$ 7.000,00

Na quarta e última faixa do Minha Casa Minha Vida, a renda pode ser de até R$ 7.000,00​​. Nesse caso, não há subsídio do governo. Ou seja, não há desconto.

Porém o financiamento é feito a juros bem mais baixos que os atuais no mercado imobiliário, o que já é uma vantagem enorme!


Todos os imóveis do Minha Casa Minha Vida exigem entrada?

Não. Os imóveis das faixas 1 e alguns da faixa 1.5 não cobram valor de entrada.


Simulador Minha Casa Minha Vida

Atendeu a todos os requisitos e conferiu sua faixa de renda?

Agora é hora de simular seu financiamento e saber quanto você pagará por mês para finalmente comprar sua casa própria.

Mas, antes, vale saber:

1 – As construtoras geralmente já tem definido o banco responsável pelo financiamento dos imóveis. A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil são os parceiros escolhidos para os financiamentos.

2 – Nem todas as cidades têm apartamentos para todas as faixas.

3 – Os preços máximos de imóveis para cada faixa podem variar de acordo com a cidade.

Passo a passo da simulação para o Minha Casa Minha Vida

Esclarecidos esses detalhes, você pode simular o valor do seu financiamento no site da Caixa, seguindo os seguintes passos:

  1. Acesse o site da Caixa;
  2. Selecione as opções “Pessoa Física”, “Aquisição de Imóvel Novo”;
  3. Insira o valor do imóvel que você deseja comprar. Lembre-se que esse valor precisa ser compatível com a sua faixa de renda;
  4. Escolha o Estado e a Cidade onde deseja morar;
  5. Clique em “próxima etapa”;
  6. Em seguida, adicione seus dados pessoais e a renda familiar mensal;
  7. Se mais uma pessoa vai financiar o imóvel junto com você, selecione a opção “Mais de um comprador ou dependente”;
  8. Clique em “próxima etapa”;
  9. Pronto! Na página seguinte aparecerão todas as opções de financiamento Caixa para você!

Caso o apartamento que você deseja seja financiado pelo Banco do Brasil, faça aqui sua simulação. As informações solicitadas são as mesmas da simulação Caixa.


Fazer inscrição para o Minha Casa Minha Vida

Feita a simulação, você já pode procurar o banco com seus documentos pessoais para fazer a inscrição no Minha Casa Minha Vida!

Mas, se você faz parte da faixa 1, precisa procurar a prefeitura antes de qualquer coisa e se inscrever para o sorteio.

Outra forma de ser incluído no programa é procurar diretamente a construtora responsável pelo apartamento que te interessa.

Os consultores fazem simulações das parcelas já com o desconto e todas as taxas inclusas. E você ainda pode aproveitar para conhecer mais seu futuro apartamento.

Também são realizados Feirões da Caixa, da MRV e outras construtoras. Esses feirões são ótimas oportunidades de fechar negócio.

Depois da inclusão do nome no programa Minha Casa Minha Vida, você já pode assinar o contrato e esperar para finalmente ter as chaves da sua casa própria!

Ficou com mais alguma dúvida sobre o Minha Casa Minha Vida? Escreve aqui nos comentários!

Deixe um comentário