Como desbloquear cartão do Bolsa Família

Quer saber o que é necessário para desbloquear o cartão do Bolsa Família? Neste post nós explicamos todas as opções para realizar o desbloqueio rapidamente

Abrangendo todo o Brasil, o programa Bolsa Família disponibiliza benefícios em dinheiro para famílias de baixa renda.

O montante pode ser utilizado para a manutenção das despesas da casa, compra de roupa e outras coisas que sejam necessárias.

As famílias beneficiárias podem ter vários perfis, inclusive com a existência ou não de menores de idade.

Para que as pessoas continuem a receber o dinheiro mensal, devem estar em conformidade com as exigências do Ministério do Desenvolvimento Social.


Quem tem direito a receber o Bolsa Família?

Para receber o Bolsa Família, basta que as pessoas solicitantes tenham renda per capita máxima de R$ 178,00.

Os cidadãos têm de comprovar ao Ministério do Desenvolvimento Social que não possuem meios de arcar com as suas despesas básicas e que necessitam da quantidade a mais de dinheiro que o Bolsa Família oferece.

Os valores pagos aos assistidos costumam ser de até R$ 300,00; para conseguir essa quantia, é necessário que se receba o benefício básico (de R$ 89,00) e algum adicional.

Estes são de R$ 48,00 quando existem adolescentes entre 16 e 17 anos residindo oficialmente na casa, e de R$ 41,00, quando existem lactantes, crianças e grávidas sendo parte oficial da família.

Como desbloquear cartão do Bolsa Família


 Como desbloquear o cartão do Bolsa Família

Sempre que os cidadãos solicitam o benefício do Bolsa Família e que a solicitação é aprovada, eles recebem o cartão para movimentar o benefício.

Ele estará bloqueado, inclusive garantindo a proteção dos seus usuários; para o desbloqueio, será necessário ligar para 0800 726 0207.

Depois dessa etapa, haverá um tipo de contrato, que é chamado de “Termo de guarda do cartão”; ele terá de ser assinado pelo titular do benefício comparecendo a alguma casa lotérica ou unidade do CRAS.


Como dar entrada no Bolsa Família

A requisição do Bolsa Família tem de ser feita no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e, na falta dele, na Prefeitura.

Os documentos imprescindíveis são:

  • Título de eleitor;
  • Certidão de casamento ou nascimento;
  • CPF;
  • Comprovante de residência atualizado;
  • Documento oficial de identidade com foto;
  • Comprovante de renda

Documentos para dar entrada no Bolsa Família

Os documentos a ser levados ao CRAS ou à Prefeitura não são apenas de quem pede o Bolsa Família, mas sim de todas as pessoas da casa.

Por exemplo: se há quatro moradores, então serão quatro documentos de identidade a ser mostrados e assim por diante.

Se houver pessoas que justifiquem o benefício adicional, então as comprovações terão de ser levadas também. Estas são:

  • Certificado de frequência escolar para os menores de idade;
  • Comprovante de gravidez em curso;
  • Comprovante de que a mulher está amamentando.

O cartão do Bolsa Família pode ser bloqueado pela conduta do beneficiário?

É relativamente comum que o benefício seja bloqueado em decorrência da desobediência às normas do Ministério do Desenvolvimento Social.

Entretanto, não é o cartão que é bloqueado, mas sim o próprio pagamento do dinheiro: a única situação na qual o cartão é bloqueado é quando o Bolsa Família é concedido.

Para não acontecer o bloqueio do Bolsa Família, as pessoas que o recebem devem:

  • Sempre fazer o pré-natal no Sistema Único de Saúde (SUS) – quando a gestante deixa de comparecer aos exames de rotinas ou às consultas, é possível que o governo federal que cancele o Bolsa Família;
  • As crianças e adolescentes menores de idade não podem ter faltas excessivas na escola;
  • As lactantes também devem fazer seu acompanhamento médico no Sistema Único de Saúde;
  • Todas as mudanças na renda dos componentes da família têm de ser avisadas ao Ministério do Desenvolvimento Social e isso vale também para as mudanças de moradores na casa;
  • Todos os que são beneficiados pelo Bolsa Família precisam ser recadastrados a cada 24 meses e quem falta nesse recadastramento pode ficar sem os depósitos.

É possível sacar o benefício sem desbloquear o cartão do Bolsa Família?

O cartão é ideal para as pessoas que querem sacar seu benefício social nas casas lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui; para estes, será preciso mostrar o cartão e também um documento oficial de identificação com foto.

Enquanto o cidadão não desbloqueia o cartão do Bolsa Família, ele pode fazer os referidos saques na agência da Caixa Econômica Federal, com os seus documentos pessoais.

Como desbloquear cartão do Bolsa Família


Como fazer consultas com o cartão Bolsa Família

Os saldos do benefício social podem ser acumulados por até três meses: no caso de o cidadão não fazer o saque nesse tempo, a quantia é perdida.

Com o cartão do programa, o cidadão consegue saber as parcelas que ainda podem ser sacadas e é só levar o cartão até o caixa eletrônico da Caixa.

Quem preferir atendimento dentro da agência, basta mostrar o cartão e o documento pessoal ao funcionário.

Ele dará informações como quanto há liberado, quando as parcelas deixarão de estar disponíveis e até se existe mensagem do MDS sobre recadastramento ou necessidade de um esclarecimento qualquer.

Como desbloquear cartão do Bolsa Família
5 (100%) 1 voto

Deixe um comentário