Como desbloquear o Bolsa Família bloqueado 2019

Veja o passo a passo para desbloquear Bolsa Família bloqueado 2019

A quantidade de brasileiros que têm o respaldo do Bolsa Família chega aos milhões, sendo esse um dos projetos mais abrangentes do Ministério do Desenvolvimento Social.

Sendo pago às famílias desde o ano de 2007, os benefícios variáveis e básicos ajudam a população que integra a extrema pobreza ou a pobreza, assegurando mais dignidade.

Os benefícios variáveis que foram mencionados são os destinados às casas com lactantes, com crianças até 15 anos, com grávidas e com jovens entre 16 e 17 anos e os valores ficam entre R$ 41 e R$ 48,00 adicionais ao benefício básico; este é de R$ 89,00.

Para que o Bolsa Família seja permitido, a família em questão tem de comprovar que a renda per capita fica compreendida entre os R$ 178,00 e os R$ 89,00.

Para a comprovação, será necessário especificar todos os moradores da casa e a sua renda formal.

As solicitações desse benefício precisam ser feitas no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) ou, na ausência deste, na Prefeitura.

Em até três meses, a família será avisada se o benefício social será pago ou não, recebendo orientações (em caso positivo) sobre os saques.


Desbloquear Bolsa Família suspenso por falta à escola em 2019

Algumas famílias podem ficar surpresas ao tentar sacar seu benefício e não conseguirem porque ele está suspenso.

Isso acontece bastante, mas existem situações que justificam essa suspensão, como a não frequência escolar adequada.

A falta de acompanhamento médico obrigatório também serve como razão para que o Ministério do Desenvolvimento Social suspenda o Bolsa Família: é exigido que todas as mulheres adultas da casa façam acompanhamento ginecológico.

Se as crianças ficarem sem as vacinas obrigatórias (assim como os adultos), isso é reportado ao governo federal e o benefício da família é suspenso.

Quando ela não faz a atualização cadastral exigida a cada dois anos, pessoas do grupo familiar mudam-se ou há mudança de endereço não comunicada, também acontece a suspensão.

Esse período de suspensão é utilizado para que o Ministério do Desenvolvimento Social investigue se aquela família realmente não está nos parâmetros do programa social. Se a conclusão for essa, então o Bolsa Família é cancelado definitivamente.

Para que todo esse desgaste não aconteça, é importante que os responsáveis fiquem atentos às faltas escolares: se possível, elas precisam ser atestadas.

É indicado que as faltas que não são por doença sejam controladas, ou seja, que ocorram o menos possível.

Da mesma forma, as famílias precisam acompanhar quando existe consulta ginecológica agendada e quando há novas doses de vacinas.

Esses esclarecimentos, e até agendamentos, podem ser conseguidos no posto de saúde.

Como desbloquear o Bolsa Família bloqueado 2019


É possível desbloquear Bolsa Família 2019 online?

É verdade que um sem número de coisas podem ser feitas online, mas desbloquear o Bolsa Família não está incluído: só se pode desbloqueá-lo indo ao Centro de Referência em Assistência Social ou à Prefeitura.

É imprescindível esclarecer que nenhum beneficiário conseguirá reaver o Bolsa Família via Internet e que qualquer “serviço” nesse sentido é uma fraude.

Na eventualidade de um site garantir que intermedeia a interposição de recurso contra a suspensão do benefício, é necessário não fornecer nenhum tipo de dado.

Sendo fraudulento, há plausível que seja pedido o número do Cartão Cidadão e outras informações, mas tudo isso será apenas um golpe.

Para reforçar: desbloqueio do Bolsa Família só é realizado presencialmente, na Prefeitura ou no CRAS.


Como saber se o Bolsa Família foi cancelado 2019?

Na maioria das vezes, o benefício está apenas suspenso e o beneficiário percebe quando tenta sacá-lo.

Se essa pessoa for informada de que seu Bolsa Família está suspenso, ela deve perguntar se a razão está disponível, o que costuma estar.

Sabendo qual é o motivo, o titular tem de ir ao CRAS e fazer uma carta ao Ministério do Desenvolvimento Social. Nela, é preciso solicitar a reconstituição do benefício e, caso a justificativa do sistema seja falsa, incluir na carta a sua explicação.

Provavelmente, o governo federal pedirá documentos para que o cidadão comprove que sua suspensão foi equivocada. O resultado dessa averiguação costuma ser liberado em trinta dias máximos.

Como desbloquear o Bolsa Família bloqueado 2019


Pagamentos retroativos Bolsa Família bloqueado 2019

As famílias que ficam com o benefício suspenso têm medo de perder os depósitos, mas existe pagamento retroativo.

Um cidadão que ficou dois meses sem receber o Bolsa Família por causa de averiguação vai receber os dois meses “perdidos” quando o benefício for retomado.

A ressalva, todavia, é que o máximo de pagamentos retroativos é três: a partir do terceiro mês sem benefício, as parcelas não serão depositadas.

Para compreender: uma família que ficou por 4 meses sem o benefício por causa de suspensão vai receber só três meses acumulados; o quarto, ela “perderá”.

Se a família suspensa tinha benefício variável, ele também será reposto e, se não acontecer o depósito retroativo, o beneficiário precisa expor o problema ao CRAS e à Caixa Econômica.

As informações foram úteis para você? Deixe a sua opinião!

Deixe um comentário