Bolsa Família Consulta

O Bolsa Família consulta é um programa do governo federal criado para auxiliar lares em situação de pobreza ou extrema pobreza nas despesas com saúde e educação.

Quase 14 milhões de famílias recebem mensalmente esse benefício em dinheiro, mas o valor não é igual para todos. Além disso, o Bolsa Família ainda tem exigências bem específicas para ser liberado.

Depois da mudança recente nos valores e requisitos, acompanhe aqui as informações mais importante para estar atualizado sobre o programa.


Objetivos do Bolsa Família

O valor mensal deverá ajudar a combater a fome e a pobreza, além de facilitar o acesso das famílias a saúde e educação. A cada mês, o governo destina uma quantia em dinheiro para lares selecionados.


Bolsa Família: quem tem direito a receber?

Para responder essa pergunta, é só fazer uma conta simples e rápida:

  1. Some todos os valores que servem como renda para a família;
  2. Divida o valor encontrado pelo número de pessoas na casa.

Se o resultado desta conta for menor que 178 reais, a família estará dentro do Bolsa Família. Esse número é a renda familiar por morador, também chamada de renda per capita.


É preciso ter filhos menores ou mulher grávida em casa para receber o Bolsa Família?

Não, mas apenas as famílias com renda menor que R$89,00 por pessoa podem receber o benefício nesses casos. Elas se encaixam na situação de extrema pobreza.

Para pessoas com renda entre R$89,00 e R$178,00 por membro, é necessário que exista no lar pelo menos um dos casos abaixo:

  • gestante;
  • nutriz (com filho de até 6 meses de vida);
  • criança de zero a 15 anos;
  • ou adolescente até 17 anos.

Em breve trataremos os valores dos benefícios em cada um desses casos.


O que é preciso fazer para receber o Bolsa Família?

O que é preciso fazer para receber o Bolsa Família?

O primeiro passo para quem deseja receber o benefício do Bolsa Família é se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

O CadÚnico é o registro central das famílias que podem estar aptas para receber algum benefício social do governo. Para fazer o cadastro, é necessário que a família cumpra os seguintes requisitos:

  1. Ter um morador da residência que seja maior de 16 anos e se responsabilize pelo cadastro (de preferência, mulher);
  2. Que este responsável tenha CPF ou título de eleitor;
  3. Levar ao CRAS pelo menos um desses documentos para cada morador:
  • Certidão de Nascimento;
  • CPF
  • Carteira de Identidade (RG)
  • Certidão de Casamento;
  • Carteira de Trabalho;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI); ou
  • Título de Eleitor.

Para facilitar o registro, é bom levar um comprovante de residência, de preferência conta de água ou luz.


Como se cadastrar no Bolsa Família?

Depois do registro feito no CadÚNICO, é a hora de ir ao CRAS do município para solicitar o Bolsa Família.

Basta apresentar a conta de luz da casa, junto com os seguintes documentos para cada morador da residência:

  1. Carteira de Identidade (RG);
  2. CPF;
  3. Carteira de Trabalho;
  4. Título de Eleitor;
  5. Certidão de nascimento e/ou de casamento;
  6. Comprovante de renda.

Nem todos os componentes da família já possuem tudo o que é solicitado, mas é importante levar os documentos que tiver.

Após entregar os documentos, é só esperar a liberação do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). A seleção de beneficiários é feita mensalmente usando as informações recolhidas nos CRAS e nas prefeituras.


E agora, como consultar se o Bolsa Família foi aprovado?

A consulta do Bolsa Família pode ser feita de duas formas:

1. Através do site de Benefícios Sociais do Governo Federal, clicando AQUI.

Basta inserir o Número de Identificação Social (NIS) do membro cadastrado como responsável pela família.

2. Ou então, basta procurar o responsável pelo Bolsa Família no CRAS do seu município e consultar pessoalmente.


O pagamento foi aprovado! O que fazer para não perder o benefício?

Se não quer correr o risco de ter o benefício do Bolsa Família cortado, vale a pena conferir as exigências a seguir.

O Ministério do Desenvolvimento Social monitora seus beneficiários para conferir se eles estão cumprindo esses requisitos:

  • Manter o cartão de vacinação das crianças com até 7 anos atualizado.
  • Garantir presença na escola de 85% para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, e de 75% para adolescentes com 16 e 17 anos.

Ou seja, se a criança tem entre 6 e 15 anos, só pode faltar aproximadamente 3 dias por mês sem justificativa. Para adolescentes, aproximadamente 5 dias.

  • Fazer o acompanhamento periódico da saúde feminina dos 14 aos 44 anos.
  • Se houver gestante na residência, é preciso comparecer às consultas de pré-natal e às atividades sobre a saúde materna e infantil. Todas promovidas pelo Ministério da Saúde.

É importantíssimo seguir essas recomendações e manter os dados atualizados.


Valores do Bolsa Família

Valores do Bolsa Família

Os valores do Bolsa Família podem ser diferentes para cada casa. Existe um benefício fixo (básico) e outros benefícios variáveis, que acabam aumentando o valor final recebido.

Trataremos agora mesmo sobre cada um deles.

Benefício Básico

Valor: R$89,00. Recebido apenas pelas famílias em situação de extrema pobreza, independente da idade dos membros da família.

Benefício Variável para Gestante, Nutriz, Criança e Adolescente

Valor: R$41,00 para cada gestante, nutriz (com filho de até 6 meses), crianças e adolescentes de zero a 15 anos. Cada um deles recebe o benefício, mas com o limite de até 5 pessoas, ou seja, até R$205,00 por família.

Benefício Variável para Adolescente de 16 e 17 anos

– Valor: R$48,00, apenas para o beneficiário adolescente e estudante com 16 ou 17 anos. O limite é de dois adolescentes por família.

Benefício Variável remanescente de outros programas sociais

– Valor: Variável. Pago às famílias que vieram de outros programas sociais e que recebiam mais que o novo Bolsa Família. O governo pagará a diferença.

Benefício Especial para Superação da Extrema Pobreza

– Valor: Variável.

Para famílias que, mesmo recebendo os benefícios, ainda têm a renda menor que 89 reais (por pessoa), o programa ainda tem mais um auxílio. O governo pagará a diferença para que a renda por pessoa seja de R$89,01.


Como funciona o calendário do Bolsa Família

Para saber o dia do recebimento do Bolsa Família, é necessário observar o último número do NIS (Número de Identificação Social) no cartão.

O Ministério do Desenvolvimento Social determina quando vai liberar o dinheiro através deste número.

Antes da data marcada no calendário do Bolsa Família para liberação do dinheiro no seu cartão, o saldo Bolsa Família ainda estará zerado.

Confira aqui as datas de pagamento para o ano de 2018.

Calendário Bolsa Família 2018


Como consultar o saldo do Bolsa Família

Consultar o saldo do Bolsa Família é muito simples!

1. A Caixa Econômica Federal permite que a consulta seja feita pela internet no site https://servicossociais.caixa.gov.br/. Basta inserir o número do NIS e a senha da internet.

Essa senha é feita na agência.

2. Além do site, é possível conferir pelo Aplicativo “Bolsa Família CAIXA”:

  • Abra o Play Store no seu celular;
  • Selecione o aplicativo “Bolsa Família CAIXA”;
  • Clique em Instalar e aguarde;
  • Selecione a opção “Abrir” > “Consulte seu benefício”;
  • Digite seu NIS;
  • Clique em Acessar.

O aplicativo também informa a data do pagamento de acordo com o número NIS selecionado pelo beneficiário.

3. Outra opção é ligar para o telefone do Bolsa Família: Atendimento Caixa ao Cidadão – 0800 726 0207. Siga as opções desejadas e digite o NIS.

Lembramos que o benefício só é liberado de acordo com o calendário do Bolsa Família.


Telefone do Bolsa Família

Para esclarecimentos e dúvidas, o Ministério do Desenvolvimento Social disponibiliza o telefone do Bolsa Família: 0800 707 2003.

A Caixa Econômica Federal, responsável pelos pagamentos, atende no telefone 0800 726 0207 (Atendimento Caixa ao Cidadão).

E aí, ficou com mais alguma dúvida sobre o Bolsa Família? Está com alguma dificuldade para se cadastrar? Escreve tudo pra gente aqui nos comentários!

Bolsa Família Consulta
5 (100%) 1 voto

Deixe um comentário